Arte literária em mateus 15:29-39

Os textos bíblicos são obras-primas literárias. Considere a história da alimentação dos quatro mil em Mateus 15:29-39, por exemplo. Há três números que são explicitamente mencionados na história: três (v 32), sete (vv 34, 36, 37) e quatro mil (v 38), que é um múltiplo do número quatro. O fascinante é que Mateuscontinua a enfatizar precisamente esses três (!) Números ao longo de toda a história:

Três

  • A história é sobre Jesus, os discípulos e a multidão
  • Três números são mencionados
  • O número sete é mencionado três vezes
  • As pessoas estiveram com Jesus por três dias (v. 32)
  • O nome “Jesus” ocorre três vezes na história (vv 29, 32, 34)
  • As palavras “pão”, “comer” e “ter” ocorrem três vezes
  • Existem três grupos de pessoas que comem: homens, mulheres e crianças (v 38)
  • As pessoas (1) comeram, (2) ficaram satisfeitas e (3) pegaram as sobras (v 37)
  • Jesus (1) enviou o povo, (2) entrou em um barco e (3) chegou à região de Magadã(v. 39)
  • A história pode ser dividida em três seções principais:
    • (1)  Jesus cura os doentes (vv 29-31)
    • (2) Jesus fala com seus discípulos (vv 32-34)
    • (3) Jesus fornece comida (vv 35-39)

Quatro

  • Quatro mil homens são alimentados (v 38)
  • Os discípulos são mencionados quatro vezes (vv 32, 33, 36 [2x]).
  • Jesus e os discípulos falam quatro vezes (vv 32, 33, 34 [2x])
  • Quatro grupos de pessoas são curados: coxo, cego, aleijado, mudo (vv 30, 31)
  • Jesus (1) partiu, (2) veio ao mar da Galiléia, (3) subiu em uma montanha e (4) sentou-se (v. 29)
  • Jesus (1) tomou o pão e o peixe, (2) deu graças, (3) partiu e (4) deu aos discípulos (v 36)

Sete

  • Três e quatro somam sete
  • Os discípulos têm sete pães (vv 34, 36)
  • Existem sete cestas cheias que sobraram (v 37)
  • As pessoas são mencionadas sete vezes na história (vv 30, 31, 32, 33, 35, 36, 39) – o termo grego ocorre
  • Quatro vezes no singular, três vezes no plural
  • A história consiste em sete cenas:
    • (1) Introdução (v. 29)
    • (2) Jesus cura os doentes (v 30)
    • (3) As pessoas estão maravilhadas e louvam a Deus (v. 31)
    • (4) Diálogo entre Jesus e seus discípulos (vv 32-34)
    • (5) Jesus fornece comida (vv 35-36)
    • (6) As pessoas comem e recolhem as sobras (vv 37-38)
    • (7) Conclusão (v 39)

A estrutura

A estrutura da história também destaca o número sete, uma vez que o elemento central é o sétimo elemento tanto do início como do final da história:

A- Introdução: Jesus veio ao mar e subiu em uma montanha (gr. Oros) (v. 29)

B- As pessoas chegam (v 30)

C- Quatro grupos de pessoas curadas (v 30)

D- O milagre: Jesus cura os doentes (v 30)

E- O povo glorifica a Deus após o milagre (v. 31)

F- Jesus chama seus discípulos (v 32)

X- Diálogo: Jesus e discípulos (vv 32-34)

F- ‘Jesus ordena às pessoas (v. 35)

E- ‘Jesus agradece a Deus antes do milagre (v. 36)

D- ‘O milagre: as pessoas comem (v 37)

C- ‘Três grupos de pessoas alimentadas (v 38)

B- ‘As pessoas partem (v 39)

A- ‘Conclusão: Jesus entrou em um barco e veio para a região (gr. Oria) de Magadã (v 39)

Observe também o arranjo de vv 30 e 31 e de vv 36 e 37:

Versos 30-31

  • Grandes multidões chegaram a ele
  • Tendo com eles
    • Coxo
    • Cego
    • Aleijado
    • Mudo
  • E eles colocaram-nos a seus pés

E ele os curou

  • A multidão ficou espantada
  • Quando viram
    • Mudo
    • Aleijado
    • Coxo
    • Cego
  • E glorificaram o Deus de Israel

Versos 36-37

Sete pães

(1) Jesus agradeceu
(2)Partiu
(3)Deu

Os discípulos deram comida às pessoas

(1) As pessoas comeram
(2) Ficaram satisfeitas
(3) Recolheram

Sete cestos

Assim, a história se move de Jesus curando as pessoas sozinho a Jesus alimentando as pessoas com a ajuda dos discípulos. O ponto de virada é o diálogo entre Jesus e os discípulos em que Jesus compartilha sua preocupação com as pessoas que não têm nada e pede aos discípulos o que eles têm. A questão central: “Onde obteríamos tantos pães em um lugar desolado para satisfazer uma grande multidão?”, É respondido nos seguintes versículos. Ao reconhecer que o que eles têm não é suficiente, mas permitindo que Jesus multiplique o pouco que eles têm, os discípulos se tornam colaboradores com ele.

 

Traduzido de: https://fascinatedbytheword.wordpress.com/2017/10/05/literary-artistry-in-matthew-1529-39/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s