Pista #5: O texto tem palavras-chave e frases – parte I

images

Depois de ter passado algum tempo pensando sobre a estrutura de um texto, eu tento encontrar palavras-chave e frases. Palavras-chave são uma característica importante dos textos bíblicos. Às vezes uma palavra-chave  aparece apenas uma vez em um determinado texto. Muitas vezes, no entanto, uma palavra-chave é repetida várias vezes ao longo de um texto. Às vezes, temos dificuldade em ver essas repetições em nossas Bíblias porque os tradutores vão usar palavras diferentes para traduzir a mesma palavra no idioma original. Isso é lamentável, porque é precisamente através da repetição que o autor mostra o seu ponto. A única maneira de evitar completamente este problema é aprender hebraico, aramaico e grego. A próxima melhor coisa é usar uma tradução que é o mais perto possível do idioma original.

__________________________________________________
Exemplo # 1: Gênesis 5

Gênesis 5 contém uma genealogia. Muitas pessoas não gostam de ler genealogias, porque elas pensam que genealogias são chatas. Só um monte de nomes que são muitas vezes difíceis de pronunciar. Na realidade, genealogias são bastante interessantes e uma parte importante do texto bíblico. Para começar, lembre-se de que a salvação para a humanidade virá através da semente (Gn 3:15). Isto significa que as genealogias são extremamente importantes porque elas mostram que a linhagem continua e, portanto, dá a esperança de que o salvador vai realmente vir. Observe como Noé é apresentado como uma espécie de salvador no final do capítulo. As pessoas estão sofrendo sob a maldição de Gênesis 3 (observe a linguagem que é usada em Gênesis 5:29) e anseiam por alguém para confortá-las. Como a história continua Noé, de fato, torna-se um salvador para aqueles que acreditam em suas palavras sobre a vinda de um dilúvio e entram com ele na arca.

Enquanto você lê Gênesis 5, você vai notar um número de repetições de palavras e frases. Aqui eu quero que você se concentre na repetição da frase “e ele morreu.” Em hebraico isso é realmente apenas uma palavra. A pergunta é: por que se repete esta palavra ao longo do capítulo? Bem, você pode dizer, porque isso é o que aconteceu – todos eles morreram. O autor quer simplesmente relatar o que aconteceu. Em certo sentido, isso é verdade, é claro. No entanto, é interessante que esta frase não é parte de outras genealogias. Olhe para Gn 11:10-26, por exemplo. Todas as pessoas mencionadas morreram, no entanto, o autor nunca diz explicitamente isso.

Então, por que ele continua a repetir em Gênesis 5?

Uma das razões parece ser porque Gênesis 5 registra as primeiras mortes (de causas naturais), que aconteceram na terra. Observe que a última vez que o verbo “morrer” foi mencionado anteriormente foi em Gênesis 3:4, onde a serpente sugere que Adão e Eva não iriam morrer se comessem do fruto da árvore. Assim Gênesis 5 mostra claramente que a serpente estava errada, os seres humanos morrerão como resultado do pecado, assim como Deus previu em Gn 3:19. O autor enfatiza que mesmo os que pertencem à linha de Adão (ou seja, os crentes) morreram, não apenas porque eles foram mortos por outros (como Abel), mas simplesmente como resultado da maldição que veio por causa do pecado. Embora eles vivessem muito mais tempo do que nós, no final, eles ainda morreram. A morte tornou-se uma realidade na terra. Todo mundo morre.
Todos? Não! Outra razão o autor do Gênesis 5 continua a repetir “e ele morreu” é destacar um caso em que a frase está faltando – em Gn 5:23-24. Observe como a fórmula é diferente para Enoque (a 7º pessoa na árvore genealógica!). Todas as outras pessoas são apresentadas usando esta fórmula:
X viveu Y anos e gerou a Z. E viveu X, depois de ter gerado a Z, Y anos e gerou filhos e filhas. E todos os dias de X foram Y anos, e morreu.
Enoque é apresentado da seguinte forma:
“Enoque viveu sessenta e cinco anos, e gerou a Matusalém. Andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos; e gerou filhos e filhas. Todos os dias de Enoque foram trezentos e sessenta e cinco anos; Enoque andou com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus o tomou.”

Esta é mais uma vez um exemplo clássico de repetição com a variação, a fim de destacar a diferença entre Enoque e as outras pessoas. Observe que os elementos são diferentes: todos os outros viveram – Enoque andou com Deus. Todos os outros morreram – Enoque foi levado por Deus. Isto significa: nem todo mundo morre! Há pelo menos uma pessoa que não morre. No meio de toda a morte que acontece nesta genealogia há esperança de que a morte não terá a palavra final. Isso também é interessante à luz das semelhanças entre as genealogias em Gênesis 4 (linha de descrentes) e Gênesis 5 (linha de crentes). Note como são semelhantes os nomes que aparecem em ambas as linhas. Observe também a diferença entre a pessoa #7 (Lameque) em Gênesis 4, com a pessoa #7 (Enoque) em Gênesis 5. Lameque é um assassino, Enoque andou com Deus. Por causa do que Lameque fez as pessoas começaram a invocar o nome do Senhor (Gn 4:26). Um estudo cuidadoso do nome de Deus no Antigo Testamento revela que ele está intimamente associado com a salvação e julgamento (ver, por exemplo, Êxodo 34:6-7). Então, quando as pessoas começam a invocar o nome do Senhor, elas estão clamando pela salvação do pecado, que é ligado ao julgamento sobre pessoas como Lameque. Imediatamente após este chamado vem o capítulo 5, que apresenta a linha de crentes. Eles também morrem, mas um não! Além disso, esta linha também tem um Lameque #9. O Lameque em Gênesis 4 tem três filhos que se tornam os pais da cultura terrena. O Lameque em Gênesis 5 tem um filho que se torna um salvador para a humanidade no julgamento do dilúvio que vem sobre aqueles que vivem como o Lameque de Gênesis 4.

Ok, então eu tenho levado você até aqui. Mas este material é bom demais pra não compartilhar! Você vê como a Bíblia é incrível, uma vez que você olha para ela um pouco mais de perto e nota o quanto ajudam as repetições? E como afinal o texto consistentemente gira em torno do tema da salvação? Para mim, é absolutamente fascinante! Aqui está outra história que ilustra a importância de reconhecer palavras-chave e frases:

__________________________________________________

Exemplo #2: 1 Reis 13

A história em 1 Reis 13 é uma das narrativas menos conhecidas da Bíblia. Neste capítulo, um homem de Deus vem a Jeroboão, rei de Israel, que construiu dois bezerros de ouro e os estabeleceu em Betel e Dan para impedir os israelitas de ir a Jerusalém para adorar no Templo. Em 1 Reis 13 Jeroboão estava em pé sobre o altar de Betel, para queimar incenso quando um homem de Deus vem e profetiza contra o altar. Jeroboão fica naturalmente chateado com isso. Ele estende a mão e ordena que o homem de Deus deve ser preso. Mas antes que alguém possa prender o homem, a mão de Jeroboão atrofiou e o altar se divide. Jeroboão implora para o homem de Deus orar por ele, o homem de Deus ora a e mão de Jeroboão é restaurada. Jeroboão quer convidar o homem à sua casa para dar-lhe um presente, mas o homem se recusa, dizendo ao rei que o Senhor lhe ordenara não comer pão ou beber água e para não voltar da mesma maneira que ele veio. Especialmente a
segunda parte deste comando parece estranha. Por que o homem não deve retornar da mesma maneira que ele veio? Um olhar cuidadoso sobre a história mostra que os termos “caminho” e “retornar” (“voltar”) são repetidas várias vezes, sugerindo que eles são palavras-chave que têm algum significado para o significado da história. Observe as repetições:

7 Então o rei disse ao homem de Deus, “Vem comigo a casa e fortalece-te, e eu vou dar-lhe uma recompensa.” 8 Mas o homem de Deus disse ao rei: “Se você fosse me dar metade da sua casa Eu não iria com você, nem comeria pão ou beberia água neste lugar. 9 “Por isso, foi-me ordenado pela palavra do Senhor, dizendo: ‘Você não deve comer pão nem beber água, nem volte pelo caminho que você veio.” 10 Assim foi por outro caminho, e não voltou pelo caminho que ele veio a Betel. 11 Ora, um velho profeta morava em Betel; e seus filhos vieram contar-lhe todas as obras que o homem de Deus fizera aquele dia em Betel; as palavras que ele dissera ao rei, estas também contaram ao seu pai. 12 E seu pai, disse-lhes: “Qual o caminho que ele foi? ”Mostraram os seus filhos o caminho por onde fora o homem de Deus que viera de Judá . 13 Então disse aos seus filhos: “Albardai-me um jumento para mim.” Então eles albardaram-lhe um jumento, e ele montou. 14 Então ele foi após o homem de Deus e encontrou-o sentado debaixo de um carvalho; e ele disse-lhe: “És tu o homem de Deus que veio de Judá?” E ele disse: “Eu sou.” 15 Então ele lhe disse: “Vem comigo a casa e come pão.” 16 E ele disse: “Eu não posso voltar com você, nem ir com você, nem vou comer o pão ou beber água com você neste lugar. 17 “pois um comando me foi dado pela palavra do Senhor: você não deve comer pão nem beber água lá; não deve voltar pelo caminho que foste. “18 E ele lhe disse:” Eu também sou profeta como tu, e um anjo me falou pela palavra do Senhor, dizendo: Faze-o voltar com você para a sua casa, para que coma pão e beba água. ‘ “Mas ele mentiu para ele. 19 Então ele voltou com ele, comeu pão em sua casa e bebeu água. 20 Ora, aconteceu, como eles estavam sentados à mesa, que a palavra do Senhor veio ao profeta que o tinha feito voltar; 21 e ele clamou ao homem de Deus que veio de Judá, dizendo: “Assim diz o Senhor: “Porque você desobedeceu à ordem do Senhor, e não observou o mandamento que o SENHOR, teu Deus, te ordenou, 22, mas retornou e comeste pão e bebeste água no lugar de que Ele lhe disse: ” não comas pão, nem bebas água “; seu corpo não virá para o túmulo de seus pais ‘. “23 E sucedeu, depois que comeu pão e depois que ele tinha bebido, albardou o jumento para ele, para o profeta que fizera voltar.

24 Agora, quando ele saiu, um leão o encontrou no caminho, e o matou, e seu corpo foi jogado no caminho, com o jumento em pé ao lado dele; e também o leão estava em pé ao lado do corpo. 25 E eis que alguns homens passaram e viram o corpo lançado no caminho, e o leão ao lado do corpo; assim eles vieram e disseram na cidade onde o velho profeta habitava. 26 Agora, quando o profeta que o fizera voltar do caminho ouviu isso, ele disse: “É o homem de Deus, que desobedeceu à ordem do Senhor; pelo que o Senhor deu ao leão, que o despedaçou e matou, segundo a palavra do Senhor, que falou com ele. “27 Então disse a seus filhos, dizendo:” Albardai-me um jumento para mim. ” e eles albardaram. 28 E ele foi e achou o cadáver estendido no caminho, com o jumento e o leão, que estava ao lado do corpo; o leão não tinha devorado o corpo, nem tinha despedaçado o jumento. 29 Então o profeta levantou o cadáver do homem de Deus e pô-lo em cima do jumento, e trouxe-o de volta e ele veio para a cidade do velho profeta para chorar e enterrar.”

 

É evidente que o motivo do caminho e volta / não voltar pelo mesmo caminho é certamente muito importante nesta história. A questão permanece:qual é o significado deste motivo? Por que o homem não deve retornar da mesma maneira que ele veio? O autor nos deixa em suspense disso até o fim da história, mas, em seguida, ele fornece o indício decisivo repetindo as duas palavras-chave mais uma vez: 33 Depois destas coisas, Jeroboão não se desviou do seu mau caminho, porém tornou a constituir sacerdotes do altos de entre todos os povos; qualquer um que, ele ordenou, para ser sacerdotes dos lugares altos. Agora, a história começa a fazer sentido. O comando para o homem de Deus e suas ações são realmente mensagens para Jeroboão (como é o episódio com a mão atrofiada, onde a palavra “retorno” também ocorre – traduzida como “puxar” e “restaurar” na maioria das traduções em inglês). Tanto o homem de Deus quanto Jeroboão estão em um caminho, o homem de Deus, literalmente, Jeroboão figurativamente. O caminho de Jeroboão é um mau caminho do qual Deus quer que ele saia. Ele quer que ele retorne, mas não no mesmo caminho que ele foi. É por isso que as instruções para o homem de Deus são tão rígidas.

Ele é, em essência, uma parábola viva para Jeroboão e através de suas ações fornece um exemplo para Jeroboão seguir. Quando o homem de Deus desobedece a ordem divina e retorna a partir do mesmo caminho como ele veio, ele continua a ser uma parábola viva, mas em um sentido negativo, uma vez que ele agora encena o que Jeroboão fez, ou seja, deixou o caminho em que ele deveria ir. Assim, não é surpreendente que o fim do homem de Deus prenuncia o fim de Jeroboão. Mesmo em sua morte, o homem de Deus ainda está “falando” a Jeroboão: se você continuar a ir no caminho que não é para ir você vai morrer igual a mim. Isso é exatamente o que acontece. Assim como o homem de Deus não vem para o túmulo de seus pais (13:22), Jeroboão não vem para o túmulo de seus pais (14:13). Esta história ilustra novamente como é útil notar repetições em um texto, a fim de melhor compreender o seu significado. Sem isso, a história em 1 Reis 13 permanece enigmática. Ao mesmo tempo, deve-se dizer que há muito mais acontecendo nesta história do que eu compartilhei acima. Mais trabalho é necessário para entender completamente o que o autor está tentando dizer. No entanto, o reconhecimento das palavras-chave “caminho” e “retorno” é um passo importante que ajuda a responder a uma das questões-chave da narrativa e também fornece luz sobre o caráter de Deus. Não só ele é um Deus que é sério sobre sua Palavra, ele também é um Deus que está desesperadamente tentando chegar a um ímpio rei e levá-lo a deixar seu mau caminho.

(Continua) ->aqui

Lição de Casa:
Dê uma olhada em Gênesis 4:1-16. Que palavra-chave é mencionada
sete vezes nestes versos e qual é o significado desta repetição?

Anúncios

Um pensamento sobre “Pista #5: O texto tem palavras-chave e frases – parte I

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.